Títulos de Especialista

Títulos de Especialidade

É da competência da Ordem dos Biólogos a atribuição dos Títulos de Especialidade em Análises Clínicas, em Genética Humana e em Embriologia/Reprodução Humana.

Os Títulos de Especialidade têm como objetivo a valorização do conhecimento e do exercício profissional, na área correspondente, procurando atingir os mais elevados níveis de prestação de serviço pelos titulares, promovendo a função social, a dignidade e o hub da profissão. Estes são um reconhecimento formal da carteira profissional e uma garantia legal das competências técnico-científicas enquanto profissional na área da saúde correspondente – ver Perfis de Competência dos Especialistas do CBHS

A atribuição dos Títulos de Especialidade depende de requerimento do membro efetivo da Ordem, em época própria, definida anualmente pelo Conselho Diretivo.

A informação que se segue consta do Regulamento de Atribuição de Títulos de Especialista (RATE) e não dispensa a sua consulta.

 

Elegibilidade

Título de Especialista em Análises Clínicas (TEAC)

Os candidatos ao TEAC devem obedecer a uma das seguintes condições:

  1. Estágio oficial da carreira dos Técnicos Superiores de Saúde – ramo Laboratório.
  2. Experiência profissional tutelada de, pelo menos, quatro anos, com avaliação final igual ou superior a suficiente, abrangendo as quatro áreas funcionais obrigatórias, com um mínimo de dezasseis meses em Bioquímica, catorze meses em Hematologia, doze meses em Microbiologia, três meses em Imunologia e três meses em área funcional opcional.
Título de Especialista em Genética Humana (TEGH)

Os candidatos ao TEGH devem obedecer a uma das seguintes condições:

  1. Estágio oficial da carreira dos Técnicos Superiores de Saúde – ramo de Genética.
  2. Experiência profissional tutelada de, pelo menos, quatro anos, com avaliação final igual ou superior a suficiente, abrangendo duas das três áreas funcionais obrigatórias, com um mínimo de dois anos em Citogenética/Genómica, um ano em Genética Molecular e um ano em Bioquímica Genética. A formação em Bioquímica Genética poderá ser avaliada isoladamente ou no contexto da área de especialização em Genética Molecular desde que o tempo total de formação nas duas áreas seja de 2 anos.
Título de Especialista em Embriologia/Reprodução Humana (TEERH)

Os candidatos ao TEERH devem obedecer a uma das seguintes condições:

  1. Certificação em Embriologia Clínica atribuída pela Sociedade Europeia de Reprodução Humana e Embriologia (ESHRE).
  2. Experiência profissional de, pelo menos, três anos, abrangendo as quatro áreas funcionais obrigatórias, com um mínimo de dezoito meses em Embriologia, nove meses em Andrologia, seis meses em Criobiologia e três meses em Gestão da Qualidade.

 

Processo de candidatura

O Conselho Diretivo da Ordem estabelece anualmente uma época normal de candidaturas aos Títulos de Especialista.

No processo de candidatura deverão constar os seguintes documentos gerais:

  1. Requerimento de candidatura;
  2. Relatório(s) de atividade profissional;
  3. Declaração(ões) de atividade profissional;
  4. Pedido de apreciação da idoneidade do(s) laboratório(s) no âmbito da candidatura ao Título;
  5. Curriculum Vitae detalhado (template);

Ainda, os seguintes documentos específicos :

  1. Genética Humana: Registo da experiência laboratorial em Genética Humana
  2. Embriologia/Reprodução Humana: Registo da experiência laboratorial como Embriologista Clínico.

O Requerimento de candidatura, a respetiva documentação e o comprovativo de pagamento da quantia referente às despesas inerentes ao processo de candidatura e de titulação (valor fixado no respetivo edital) devem ser enviados por correio eletrónico para soniafernandes.secretariado@ordembiologos.pt.

Nota: Formulários e indicações nas páginas 17 à 28 do RATE
……..Orientações para elaboração do Curriculum vitae

 

Avaliação

Os candidatos detentores do Estágio oficial da carreira dos Técnicos Superiores de Saúde, ramo de Laboratório ou ramo Genética, ou da Certificação em Embriologia Clínica atribuída pela Sociedade Europeia de Reprodução Humana e Embriologia (ESHRE), realizarão prova de aferição curricular, prova teórico-prática e/ou prova prática. Aos restantes candidatos acresce a realização de prova escrita.

A avaliação da candidatura aos Títulos de Especialista é efetuada por um júri constituído por Especialistas em Análises Clínicas, em Genética Humana ou em Embriologia/Reprodução Humana a quem a Ordem dos Biólogos reconhece elevadas competências na área de atividade. Este júri procederá à avaliação das candidaturas mediante a aplicação de grelhas de classificação curriculares e científicas previamente elaboradas e a realização de provas previstas.

A classificação final das provas é a resultante da média aritmética da classificação obtida em cada uma das provas realizadas, numa escala de zero a vinte valores, arredondada às unidades. Considera-se aprovado o candidato que obtenha a classificação final igual ou superior a dez valores, sendo de dez valores a classificação mínima exigida em cada uma das provas. A classificação final é expressa em termos de “Aprovado” ou “Não aprovado”.

 

Bibliografia recomendada

Título de Especialista em Análises Clínicas – Bibliografia Recomendada

Título de Especialista em Genética Humana – Bibliografia Recomendada

Título de Especialista em Embriologia / Reprodução Humana – Bibliografia Recomendada

 

Revalidação do Título de Especialista

A atribuição do Título de Especialista implica o dever de constante atualização técnico-científica por parte do Especialista, devendo esta ser comprovada, de cinco em cinco anos, contados após a data da sua atribuição.

Normas para Revalidação do Título de Especialista do CBHS

 

Perguntas Frequentes (FAQ’s)

Para qualquer esclarecimento, consulte Perguntas Frequentes e/ou contacte-nos por correio eletrónico para soniafernandes.secretariado@ordembiologos.pt.